Páginas

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Liberte seus livros!

BookCrossing Blogueiro
Hoje saí de casa com A Velhinha de Taubaté, disposta  a deixá-la em algum lugar onde possam encontrá-la e cuidar bem dela. Vou libertá-la para o mundo!

O quê?! Que papo é esse?!

Ah, deixa eu explicar melhor... Ontem, foi dada a largada da 3ª Edição do Bookcrossing blogueiro, idéia fantástica do blog Luz de Luma. A intenção é deixar os livros circularem livremente após a leitura, não deixando-os mais guardados pegando poeira na estante. Depois de lido, o melhor a fazer é "libertá-lo", se desapegar, para que outros possam ler também e passar adiante.

Soube ontem deste movimento, através de blogs amigos e veio de encontro ao que penso. Antes eu gostava de comprar muitos livros, alguns nem lia, esperava o momento certo, que nem chegava. Agora tenho comprado livros em sebos, leio e já troco por outros. Acredito que o livro deve fazer sua história, deve ser lido pelo máximo de pessoas que der. Fico incomodada de ver meus livros parados depois de lidos, parece uma ingratidão com a história linda contida nele. A meu ver, a melhor forma de ser grata a uma boa leitura é proporcionar a outra pessoa a oportunidade de se emocionar com o livro que li e gostei tanto.

Ainda nesta semana participei do movimento, mesmo sem saber. Dei a um amigo o livro A Cura de Schopenhauer, que trata sobre os meandros da terapia em grupo, tendo como personagem principal um médico psiquiatra que se descobre com câncer e tenta resgatar um paciente que não conseguiu curar. Ao entrar em contato com ele, descobre que teve sucesso utilizando a filosofia de Arthur Schopenhauer. A história é muito interessante. Boa demais para ficar cheia de ácaros na minha estante. Passei adiante a um amigo professor de filosofia, explicando o porquê do meu presente e que ele também levasse esta filosofia adiante.



O livro que pretendo libertar é A Velhinha de Taubaté, escolhido por eu ser fã do humor inteligente do Veríssimo, meu conterrâneo. Depois eu conto pra vocês como foi a experiência e atualizo o post.


 

Vamos abraçar esta idéia ?

Que tal praticar o desapego ?

Liberte um livro você também!

Beijos mil, gurias queridas!


17 comentários:

Καλλιόπη . . . disse...

Oi Fabi,

Eu amo ler... mas quase todos os livros que tenho eu ganhei! Sou apegada! =\

Mas quando chegar em casa hoje a noite, vou dar uma olhada na estante... vai ver tem algum encostadinho!
Mas eu também só tem uma prateleirinha de 50cm de livros, rsrsrs!

A ideia eh muito interessante!

Bjus
@OMundoDeCaliope

Καλλιόπη . . . disse...

Ouxi, nem precisa mandar duas vezes... vi aqui o lugar que eles deixaram pra eu pegar, eh fogo! Um lugar super difícil de chegar, por isso que eu não fui ontem... mas hoje vou sair mais cedo do trabalho e vou com certeza!!

Quem está mais ansiosa no mundo sou eu!!
E nem sei como agradecer, mas deixa eu pegar que eu agradeço melhor!! rsrs

Bjus
@OMundoDeCaliope

✿ chica disse...

Muito legal essa experiência e aqui em casa, nosso representante foi o Neno que fez bem direitinho, largando na Sogipa! beijos,chica

Milena disse...

A ideia é ótima. Melhor ainda se tivesse algum sebo próximo a minha casa... Abraço.

Luciana disse...

Que legal esse movimento, muito bom vc dar a alguém um livro que foi interessante pra vc, para que essa pessoa possa vivenciar isso.
Bjos, Lú.

Helena Compagno disse...

Oi Fabi,
Obrigada pela visita e pelos elogios. Pela sua carinha risonha parece ser gente do bem e eu adoro isso. AMO o Veríssimo, ele e o pai. Leio suas crônicas todos os domingos no Estadão e a Velhinha de Taubaté é ótima. Sou super fã dos nossos cronistas, em especial ao Mario Prata, super engraçado - tenho todos os livros dele e o lia semanalmente nos jornais ou revistas que, infelizmente ele não tem escrito mais com essa frequência. Descobri uma locadora de livros aqui em BH e é lá que tenho pego os últimos livros. Também vou abraçar essa ideia de repassar.
Vamos costurar juntas!
Beijos

Paula...(Cotidiano de uma Amig@) disse...

Essa ideia é maravilhosa, o negócio e praticar o desapego...ai ai!
Já esta anotado para no meu futuro abandonar livros bons por aí!!

Beijoss querida

Marion disse...

Muuuuuito legal Fabi, que divulgas aqui e entraste na proposta!!!! E, sim, vem lá pra Galeria. Vi esses dias em algum lugar - ah, no blog da Marta - que estás fazendo curso de patch! Então, mostra pra gente!!!! Abs. Marion

Bia Jubiart disse...

Oi Fabi!

Também gosto muito do Veríssimo, mas este ainda não tenho. Onde colocaste ele mesmo? Rsrsrsrs.

Amanhã estarei postando uma grande encomenda p/ o Sul, Gaúchas usando Jubiart tché!

Beijooooo e m dia luz p/ vc!

Neli Rodrigues disse...

Fabi, eu não estou participando da forma que foi proposto, em deixar um livro no dia 8 de novembro, mas meus livros são quase todos doados, pro centro cultural da minha cidade, p/ a "igreja" que frequento e para meus amigos, que já dou c/ a condição deles passarem adiante.
Amiga, é bem provável que eu coloque hoje seus esmaltes pelo correio...se tudo der certo,rsrs.
Bjs♥

Zilma Brito disse...

Ola Fabi, adorei essa idia. Amo os livros, leio muito. Nunca tive dificuldade de dividir os meus, mas fico chateada de não recebe-los de volta, já que foi um empréstimo.
Mas a sua ideia é maravilhosa pois seria uma doação e 'seu' livro iria girar pela cidade, fazenso bem a inumeras pessoas. Gostei disso! Bjoss

JOANA CAMPOS disse...

Só estou aqui, para lhe dizer que vc é mal!
Amolece esse coração viu?
Cobrar consultoria de patchwork de mim? logo eu, tão linda! fofa! meiga! loira! espetaculosa! e tudo de bom?

aff

Beijos
(ah retire o beijo! tô de mal)

Lia Gloria disse...

Será que só eu sou apegada?! hehehe
Ontem comentei com o Alexandre (lost in japan) isso. Não consigo me desfazer com facilidade, embora já tenha doado muitos...
Quero que meus filhos leiam o que nós já lemos, e que seja o mesmo exemplar, tolice eu sei.
Não li A cura de Schopenhauer nem A Velhinha de Taubaté, vou tentar.
Depois do blog tenho lido tão pouco.

Ei! Estamos te esperando no mosaico do clubinho, mostra logo esse trabalho! bjs

Pepa disse...

Também adoro Veríssimo !!
E essa idéia de deixar um livro perdido é ótima mesmo... será que consigo, rssrs

Bjus 1000 querida

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida
Não o li mas deve ser interessante...
Estive ausente da net por motivo de mudança e só hoje passo...
Bjm de paz e ótimo fim de semana

Luma Rosa disse...

A velhinha de Taubaté é um livro muito engraçado!! E a velhinha existiu mesmo!!
Fabi, obrigada por sua participação!
Agradeço por ter-me ajudado a espalhar a ideia do BookCrossing Blogueiro e tudo o que vem agregado ao ato de "libertar" um livro.
Aproveito para contar que já agendei a 4ª Edição para a segunda quinzena de abril de 2012. A explicação para esse intervalo grande é justamente para os "apegados" se acostumarem com a ideia.
Vamos seguindo doando um pouco do que temos e motivando mais pessoas, praticando o desapego, espalhando cultura e quem sabe, despertando novos leitores?
Beijus,

Suzana Martins disse...

Ain que delícia, essa "mania de esquecer" é uma delícia...

No dia do esquecimento o tempo aqui estava chuvoso, por isso, deixei o livro na praça de alimentação do shopping. Hoje o dia está mais ensolarado, uma delícia pra esquecer na praia ou na praça da cidade... rs..

Parabéns a vc tbm..

Beijos